Vicente Farencena
Voltar a página anterior
Início / Notícias / Alimentação nas férias escolares

Alimentação nas férias escolares

Notícia publicada dia 24 de Janeiro de 2013 às 21:52

Alimentação nas férias escolares
Especialistas dão dicas para os pequenos não se descuidarem no período mais feliz do ano
por Redação

Chegaram as férias, o período mais alegre da criançada, quando podem aproveitar as regalias de acordar mais tarde, passar horas em frente à tv, brincar à vontade e comer todas as porcarias do mundo. Bem, quanto ao último item, nada disso. Férias também é o momento de cuidar da saúde e alimentação dos pequenos.

Para isso recorremos a algumas dicas das professoras do curso de Nutrição da Faculdade Santa Marcelina, Irani Gomes dos Santos e Priscila Costa Guedes. Sem ficar com cara de dieta, opções saborosas como sorvete estão liberadas, mas tudo, claro, com moderação. Agora não tem motivos para fazer cara feia.

· Ofereça muito líquido para hidratar as crianças durante o dia. Use e abuse de água, sucos naturais e de verduras e , água de coco. Evite refrigerantes e refrescos em pó;

· Evite oferecer alimentos e guloseimas a todo instante para a criança. Estipule um intervalo de três a quatro horas entre as refeições;

· Reorganize os horários das refeições de acordo com as atividades a serem desenvolvidas durante o dia;

· Caso acorde mais tarde, não faça do almoço a primeira refeição da criança: ela precisa comer algo leve antes (frutas ou suco natural) e depois seguir o fracionamento adequado 3 a 4 horas;

· Saiba escolher o que se deve ou não comer no café da manhã, principalmente em hotéis. Evite croissants, bolos recheados, biscoitos, queijos amarelos e frios embutidos (presunto, mortadela, copa). Prefira frutas, pães integrais, queijos brancos (ricota ou cottage) e uma geléia de frutas;

· No dia em que a programação inclui passeios longos, o almoço sempre fica para mais tarde. Então, leve um lanchinho na bolsa para enganar a fome. Pode ser fruta, suco natural de caixinha ou barra de cereal;

· No hotel ou durante os passeios nos restaurantes, as refeições, na maior parte dos casos, são self-service. Então, cuidado para não exagerar no prato das crianças. Nessa hora, procure servir pequenas porções, estimular a mastigação para que seja feita devagar e deixe-os à vontade para finalizar na hora em que sentirem-se satisfeitos;

· Nos restaurantes não aceite o couvert. No lugar dele peça uma boa salada, como entrada;

· No clube, evite os salgadinhos. Prefira frutas ou picolé de frutas, porção de salada de frutas. Esqueça os petiscos engordurados, como empanados, amendoins e linguiça. Prefira os cubinhos grelhados de carne magra, frango ou peixe;

· Tenha sempre um "kit emergencial" para a fome: frutas, barra de cereal, biscoitos ou bolos simples embalados individualmente, entre outros;

· Chega a hora da parada para o lanche da tarde. Uma ótima opção são os bolos: cenoura, laranja, limão, coco, chocolate, entre outros. Abuse da sua criatividade e mescle os sabores, tornado os bolos mais atrativos;

· Outra opção para a tarde é bater um copo de leite com uma bola de sorvete e uma fruta.

 

http://www.bolsademulher.com/familia/alimentacao-nas-ferias-escolares/

Jetimob
Vicente Farencena
Rua João Fontoura e Souza, s/ nº , Camobi, Santa Maria, RS
CEP 97105-210 - Telefone (55) 3226-4915
escola@vicentefarencena.com.br